O que é Remate na Perícia Grafotécnica ?

O que é Remate na perícia grafotécnica ?

03/08/2020 | Fonte: Nero Perícias


Se você já precisou contratar o serviço de um perito grafotécnico talvez tenha ficado curioso em saber como é que ele consegue afirmar se determinada assinatura é verdadeira ou falsificada.

Ele consegue porque analisa os elementos genéticos e genéricos que o autor deixa na assinatura e um destes elementos é justamente o Remate.

O Remate, assim como o ataque e as ligações e os momentos gráficos, é um elemento genético, ou seja, intrínsecos a cada indivíduo e mais difícil de ser fraudado.

Certo, mas antes de detalhar o que vem a ser o Remate, vamos explicar melhor a de onde surgiu e como se fazer a perícia grafotécnica.

Princípios e Leis da Grafoscopia

Edmond Solange Pellat, considerado o pai da Grafoscopia, foi quem utilizou o pensamento de Preyer de que "A escrita é um Ato Cerebral" e estabeleceu as leis do grafismo, formulando em seu livro Les Lois de L´écriture as quatro leis que respaldam a Grafoscopia, baseando-se no princípio fundamental de que o grafismo é individual e inconfundível.

Solange Pellat (1927) ditou 2 Princípios Fundamentais e as 4 Leis da Grafoscopia.

Primeiro Princípio da Grafoscopia

O primeiro principio fundamental que ele ditou diz que “A escrita é Individual”, ou seja, ela é resultante de estímulos cerebrais que determinam movimentos e estes criam as formas gráficas.

Embora o cérebro de todos indivíduos sejam anatomicamente iguais, a sua função varia de pessoa para pessoa.

O mesmo ocorre com o sistema somático (neurônios, sistema nervoso).

Portanto, ambos tendem a variar para o infinito e, também a escrita também varia para o infinito (ou seja não há uma escrita igual a outra).

Se assim não fosse, a perícia grafotécnica, que é Universal, não teria o menor valor.

Segundo Princípio da Grafoscopia

O segundo princípio fundamental diz “As leis da Escrita independem do Alfabeto Utilizado”.

A escrita é resultante de estímulos cerebrais que determinam a criação de formulas alfabéticas; os estímulos são particulares a cada punho e, por isso, os são os movimentos.

As formas alfabéticas variam de tipo para tipo.

Nestas condições o que interessa ao perito é a movimentação do punho e não a forma gráfica.

Se não fosse assim, as assinaturas não integradas de caracteres definidos não poderiam ser examinadas.

Está gostando deste artigo?

Cadastre-se aqui para receber nossas dicas semanais
e exclusivas toda semana no seu e-mail.

Primeira Lei da Grafoscopia

O órgão escritor é um mero instrumento de expressão do gesto gráfico.

É na fase de aprendizado que o sistema somático do órgão escritor é ensinado a realizar os movimentos que criam as formas. Estas formas ficam estereotipadas no subconsciente e se manifestam inconscientemente;

Quando for desejo do homem o consciente determina a execução do gesto.

A maior prova de que o ato gráfico está na dependência direta (imediata) do cérebro é que, mesmo a parte somática do órgão escritor esteja funcionando normalmente e adaptado á função, uma lesão no centro cerebral da escrita impede o homem de realizar o gesto gráfico.

Segunda Lei da Grafoscopia

Quando alguém escreve, o Eu está em ação, mas o sentimento quase inconsciente de que o Eu age passa por alternativas de intensidade e de enfraquecimento. Ele está no seu máximo onde existe um esforço a fazer, isto é, nos inícios; e no seu mínimo, onde o movimento escritural é secundado pelo impulso adquirido, isto é, nas extremidades.

O máximo de intensidade se refere á ação do consciente e o mínimo à expressão do subconsciente.

Terceira Lei da Grafotécnica

O grafismo natural não pode ser modificado voluntariamente, senão pela introdução no traçado de características do esforço despendido.

Como a escrita é produto do subconsciente, ela não pode ser controlada pelo consciente.

Assim, quando o escritor procura conscientemente, alterar sua escrita, provocará um conflito entre as duas mentes (sua mente consciente e sua mente inconsciente) e esse conflito deixará no registro a marca dessa luta, seja num pequeno desvio de traço, seja numa hesitação, uma parada anormal do instrumento escrevente ou um trêmulo.

Quarta Lei da Grafotécnica

O escritor que age em circunstância em que o ato de escrever é particularmente difícil, traça instintivamente as formas de letras que lhe são mais costumeiras, ou as mais simples, de esquema fácil de ser construído.

É a lei do mínimo esforço; é um recurso ditado pelo subconsciente.

Como é feita a perícia de assinatura

As assinaturas geralmente representam diversas diferenças e semelhanças e é através destas diferenças e semelhanças que encontramos o real autor, por meio de comparação.

De um lado tem-se uma peça questionada (ou documento a ser periciado) e de outro os padrões de confronto (ou documentos com assinatura autêntica da pessoa que está negando a autoria).

O trabalho consiste então em fazer os testes grafoscópicos na peça questionada e nos padrões de confronto e depois comparar os resultados

Para cada teste apura-se as convergências e divergências.

Se ao final a maioria dos testes der divergente significa que o lançamento caligráfico não partiu do punho da pessoa que está negando a autoria; se a maioria der convergente, então significa que o lançamento partiu do punho da pessoa.

A escrita é pessoal, sendo individual e própria; assim como nas impressões digitais também na escrita não encontramos duas iguais.

Mas afinal o que são Remates em Perícia Grafotécnica ?

O que são Remates

O remate é todo final de lançamento caligráfico (ou da escrita).

Eles podem ser:

Remate Apoiado

O Remate Apoiado (ou em repouso) é aquele em que a escrita é finalizada com o comando de pressão, provocando o aparecimento de um ponto logo na parte final da assinatura.

remate apoiado

Remate sem apoio

O Remate sem apoio é aquele em que a pressão e a progressão terminam exercidas simultaneamente, formando um traço final de espessura e tonalidade iguais

Remate sem apoio

Remate em Fuga

O Remate em Fuga (ou Desvanescente) é aquele em que a assinatura é finalizada com velocidade, em que há o predomínio do comando de progressão, sendo o suporte tocado suavemente, deixando o traço claro e fino.

Remate em Fuga

Remate em Gancho

O Remate em Gancho (pequena curva) é aquele em há uma inversão de movimento, formando um pequeno “gancho”. Ele pode ser:

  • superior

  • inferior

  • à Direita

  • à Esquerda

Remate em Gancho

Remate em Colchete

O Remate em Colchete (pequeno ângulo) é aquele em há uma inversão de movimento, formando um pequeno “ângulo”. Ele pode ser:

  • à Esquerda

  • à direita

  • para baixo

  • para cima

Remate em Colchete

Aprenda mais sobre grafotécnica!

Interessante a Perícia Grafotécnica, não é ? Quer aprender mais ? Que tal se tornar um perito na área em apenas 13 dias e ter ganhos de R$ 20 mil mensais ou mais com esta profissão ?

Se você se interessou saiba que é possível ter ganhos de R$ 20 mil mensais ou mais mesmo trabalhando como perito grafotécnico em paralelo com sua atividade atual, ou seja, você não precisa largar seu emprego para atuar como um grafotécnico; você pode trabalhar como perito nas horas vagas!

Torne-se hoje mesmo um Perito Grafotécnico

Para se tornar um perito grafotécnico basta fazer um curso com apenas 13 dias de duração.

E melhor, o curso de perito grafotécnico é 100% online, para que possa estudar no conforto de sua casa, quando quiser!

Se inscreva agora mesmo!

Matricule-se agora mesmo e ganhe R$ 630,00 de desconto além de 3 brindes exclusivos!

Mas esta promoção é por tempo limitado; por isso matricule-se agora mesmo!

Conheça os brindes:

bonus receita do passo a passo de como fazer a pericia grafotecnica

Receita de Bolo de Como Fazer
a Perícia Grafotécnica

Aprenda o passo a passo de como fazer a Perícia Grafotécnica.

Este manual é o guia definitivo e perfeito para que não se perca nos exames grafoscópicos.

aula bonus como se cadastrar no tribunal de justica para atuar como perito judicial grafotecnico

Aula Bônus: como se cadastrar no Tribunal de
Justiça para atuar como Perito Judicial Grafotécnico

Excelente aula para quem está começando na área. Com esta aula você aprenderá a como se cadastrar nas diversas varas judiciais e a começar a atuar como Perito Judicial.

Inclui ainda um modelo de carta de apresentação para entregar nas varas que não possuem sistema de cadastro eletrônico.

aula bonus Como divulgar e atuar como assistente tecnico grafotecnico

Aula Bônus “Como divulgar e atuar como Perito
Assistente Grafotécnico”

Nesta aula você aprenderá o que faz um Assistente Técnico, como atuar e como divulgar seus serviços e atrair clientes!

Tudo de forma simples e descomplicada. Com esta aula você abre um novo mercado de atuação e, consequentemente, aumenta seus ganhos!

E mais, Garantia de Satisfação ou seu Dinheiro de Volta!

curso de perícia grafotécnica com garantia

100% SATISFAÇÃO GARANTIDA OU SEU DINHEIRO DE VOLTA

Fique tranquilo, se achar que o curso não é para você, basta dizer que terá 100% de seu dinheiro de volta!

Isso mesmo, experimente o Curso de Formação de Perito Grafotécnico por 7 dias e, se você não ficar satisfeito, seu dinheiro será devolvido Imediatamente, sem questionamentos e sem burocracia.

Com uma garantia tão boa quanto esta, impossível você não adquirir o curso agora mesmo! Você não tem nada a perder. Somente lucros te aguardam!

Inscreva-se agora mesmo e aproveite!

Mude de Vida agora mesmo! Conquiste uma nova profissão que pode ser exercida em paralelo com a sua atual e que te dá ganhos de R$ 20 mil mensais ou mais.

Quero me tornar um Perito e mudar de Vida!

 

Leia também...
Profissão para trabalhar como autônomo

Ser um perito grafotécnico é a melhor profissão para trabalhar como autônomo e pode ser a opção de ...

Profissões Diferentes

Confira uma das profissões diferentes e pouco difundidas no mercado de trabalho e que oferece uma...

Quanto custa uma Perícia Grafotécnica ?

Recebeu um bilhete com ameaça e precisa descobrir o autor ? Tentou executar um contrato e descobriu que...